Top Partners G8 - o canal de aproximação entre indústria e distribuição

Comment

Top Partners G8 - o canal de aproximação entre indústria e distribuição

Criada com o objetivo de ser uma ponte de aproximação entre a indústria e os distribuidores, a iniciativa Top Partners é celebrada como uma grande oportunidade para otimizar o relacionamento entre os participantes, em uma rede colaborativa. Através de campanhas de vendas, projetos para aumentar o mix de produtos disponíveis, uma política comercial diferenciada e viagens técnicas, os participantes compartilham conhecimentos e demandas comuns.

Comment

G8 celebra 9 anos e consolida confiança entre seus membros

Comment

G8 celebra 9 anos e consolida confiança entre seus membros

Neste mês de maio o Grupo G8 completa seu nono ano de existência. Criada em 2010 a partir de uma proposta inovadora de negócios, a iniciativa hoje une 11 empresas do setor de materiais de construção, que atuam para desenvolver e impulsionar o crescimento do varejo independente deste segmento, servindo como elo entre as indústrias e os milhares de pontos de vendas do setor.

Comment

As ações sociais da Mercante

Comment

As ações sociais da Mercante

A responsabilidade social é um dos oito valores que norteiam a prática do G8 na distribuição do setor de material de construção. Membros da iniciativa vendem juntos para mais de 40.000 varejistas, trabalhando com 300 fornecedores. Seus produtos são consumidos por cerca de 500.000 profissionais do setor de construção civil.

 Portanto, é imensurável o impacto social das dez distribuidoras regionais que formam o G8. Além das ações dos distribuidores com o varejo independente de material de construção, um dos membros do grupo decidiu começar a fazer a diferença de outras formas.  

Comment

G8 atinge recorde histórico de faturamento em janeiro

Comment

G8 atinge recorde histórico de faturamento em janeiro

O G8 tem grandes expectativas para o ano de 2019. Em crescimento contínuo desde sua fundação, em 2010, o grupo prevê que o nono ano de colaboração entre as maiores distribuidoras regionais do Brasil seja um sucesso.

O primeiro mês do ano já trouxe uma ótima notícia: o novo recorde histórico de faturamento. Foram cerca de R$181 milhões em janeiro, período marcado pelo fato de que mais uma distribuidora do G8 passou a marca de R$20 milhões de receita mensal.

Comment

OS PROJETOS APRESENTADOS NA CELEBRAÇÃO ANUAL DO G8

Comment

OS PROJETOS APRESENTADOS NA CELEBRAÇÃO ANUAL DO G8

Foi realizada no último dia 5, uma grande reunião do G8 junto aos parceiros da indústria para celebrar resultados, apresentar os projetos empreendidos pelo grupo neste ano e as perspectivas para 2019. Além dos dois painéis principais - Inovações G8 e Expectativas e Tendências 2019 - o encontro também foi palco da premiação do grupo para seus maiores parceiros e fornecedores no ano de 2018.

Comment

G8 no 27º ECOMAC Bahia

Comment

G8 no 27º ECOMAC Bahia

O 27º ECOMAC Bahia reuniu entre os dias 18 a 21 de outubro comerciantes da área de construção. O evento teve como tema “Profissionalização - o caminho para o futuro” e contou com a participação de representantes do G8, tendo em vista um dos principais objetivos do grupo que é desenvolver o setor através do varejo independente. Além de diretores e membros das equipes, algumas distribuidoras também levaram clientes do setor para a reunião.           

Comment

King Ouro e Amanco organizam evento

Comment

King Ouro e Amanco organizam evento

As empresas do G8 possuem relacionamento com os maiores fornecedores do mercado de construção, buscando transações comerciais com o máximo de compartilhamento e colaboração possível para que o varejo seja atendido de forma diferenciada. Veja no release da King Ouro a seguir outro evento que uma distribuidora do G8 realiza junto a uma indústria reconhecida, reafirmando os valores do grupo: cooperação e aprendizado. 

Comment

Rofe Distribuidora celebra o Encontro de Parceiros

Comment

Rofe Distribuidora celebra o Encontro de Parceiros

Em uma série de encontros pelo estado do Maranhão, a distribuidora Rofe tem se reunido com seus clientes para realizar a rodada de negócios que chamam de “Encontro de Parceiros”. O evento reúne fornecedores e varejistas com os funcionários da distribuidora (gerentes, equipes de vendas e diretores), em uma feira de negócios onde são oferecidos, além de preços diferenciados, jantar, coquetel e brindes.

Após quatro encontros em três cidades do Maranhão (Pedreiras, Presidente Dutra e Barreirinhas) e uma em Parnaíba, no Piauí, o encontro acontecerá mais uma vez na cidade de Imperatriz, no dia 21 de setembro. Após isto, evento ainda passará por mais quatro cidades, totalizando oito Encontros de Parceiros no total.

Comment

Ótima Atacado celebra o Fest Day para seus varejistas

Comment

Ótima Atacado celebra o Fest Day para seus varejistas

Em grande comemoração no último dia 18, sexta-feira, a Ótima Atacado realizou um grande evento para seus clientes nas dependências de seu centro de distribuição. A “Ótima Fest Day” reuniu 700 varejistas na feira que contou com a presença de 27 fornecedores parceiros da distribuidora do Espírito Santo.

Além de concorrer a um Renault Iwud e comercializar diretamente com alguns dos maiores fornecedores de material de construção do Brasil, foi oferecido pela Ótima transporte ao evento para os participantes da Fest Day que morassem no interior do estado.

Comment

A Mercante Distribuidora comemora 25 anos

1 Comment

A Mercante Distribuidora comemora 25 anos

25 ANOS DE ANIVERSÁRIO DA MERCANTE

Em grande comemoração, no dia 15 de junho, a distribuidora Mercante celebrou os 25 anos de existência da empresa, que teve seu início após a união de forças entre um jovem casal empreendedor. A festa reuniu funcionários, familiares e clientes em Feira de Santana.

1 Comment

       E-commerce B2B: tendência mundial já é praticada pelo G8   A entrada de marketplaces e plataformas de e-commerce desafia o comércio tradicional. Para o setor de material de construção, altamente descentralizado, as dificuldades de se adaptar a relações comerciais dependentes de tecnologia e confiança entre diferentes componentes da cadeia de distribuição podem ser ainda maiores.  O comércio por canais virtuais pode ser utilizado como teste para a obtenção de maior conhecimento sobre o varejista. No E-Commerce, as necessidades e preferências do consumidor mudam consideravelmente em relação ao seu comportamento de compras presenciais. Pode-se notar que o cliente, quando compra on-line, compra mais itens que complementam categorias com produtos que o representante, com sua variedade enorme de produtos, acaba não oferecendo em sua visita.  Empresas do G8, alinhadas com a visão do grupo de inovação e desenvolvimento do varejo, já estão preparadas para a nova dinâmica que se estabelece nas relações comerciais, e que cresce a cada dia: o E-commerce B2B. O termo “B2B” se refere à expressão “business-to-business”, que traduzida para o português significa “negócio-para-negócio”, sempre focando na grande parceria com seus clientes, o varejo.     

  

    
       
      
         
          
             
                  
             
          

          
           
               Site da King Ouro   
           
          

         
      
       
    

  


     Porém, o processo de estabelecimento de um e-commerce não é fácil. Uma dificuldade relatada por funcionários da área é a baixa qualidade da informação sobre os produtos de material de construção, que não possuem fotos de qualidade ou descrições-padrão (que se repetem para todos os produtos), exigências básicas do e-commerce. A exposição de um produto 24 horas por dia passa por fotografias ilustrativas de boa qualidade e descrições específicas para cada produto.  Como contam Ricardo Lewis e Wagner Bertolo, gerente de vendas da Diferpan e gestor de comunicação e marketing da King Ouro, respectivamente, a tecnologia tem outros diversos benefícios em contrapartida, entre eles: um canal acessível entre distribuidor e varejista, uma organização de portfólio e a valorização dos produtos de material de construção e a possibilidade de compras 24 horas (o que aumenta o volume de vendas expressivamente).  O gerente de vendas da Diferpan disse que a distribuidora encontrou muitos modelos semelhantes de sites “B2C” (o que significa business-to-consumer) e que decidiu inovar com uma plataforma “open source”, que permitia customizações, formato que contemplava a compra B2B. No início de 2012 o site da Diferpan entrava em funcionamento.       

  

    
       
      
         
          
             
                  
             
          

          
           
               “Não havia fotos, nem maiores informações dos produtos. O ideal seria disponibilizar estes dados de forma pública, um site na internet.” – Ricardo Lewis, gerente de vendas.   
           
          

         
      
       
    

  


     Ricardo relatou dificuldades com o processo, “Percebemos que no nosso mercado, as indústrias não tinham o padrão de fornecer fotos adequadas (e até algumas informações)”, ele também disse que a customização de modelos de site B2B era um obstáculo. Wagner também explicou que a falta de mão-de-obra especializada para o desenvolvimento de e-commerces B2B pode ser um empecilho.  O gerente de marketing da King Ouro relembrou a dificuldade no cálculo da Substituição Tributária.   “Naquela época havia poucos desenvolvedores WEB com expertise no cálculo automático dessa natureza em operações de compras de e-commerce B2B”- Wagner Bertolo   Wera Lúcia Alves Barbosa, responsável pelo setor de marketing da Construjá, relatou que a aceitação do cliente à nova ferramenta pode dificultar o processo. No caso da distribuidora de São Paulo, este problema pode ter sido ainda maior. A Construjá foi uma das pioneiras do mercado nessa prática, lançando em 2007 sua plataforma on-line de vendas.  Mesmo consideradas as dificuldades, os três gerentes concordam que os benefícios fazem valer a implementação da ferramenta. Além de um novo canal de vendas e aproximação do relacionamento, a plataforma também pode ter a utilidade de um banco de dados para consulta de clientes.  Como disseram eles, a ferramenta é o futuro do comércio e representará uma parcela ainda mais expressiva dos lucros em pouco tempo. Sobre o e-commerce, Wera afirma que é “uma necessidade real, considerando a evolução tecnológica e iminente transformação do consumidor”.   “A influência da tecnologia nos processos de automação de operações comerciais nos diversos segmentos do mercado é um caminho sem volta e quem não mergulhar fundo nesse cenário ficará para trás.” - Wagner Bertolo   A ideia do grupo nas trocas e aprendizados em comum é manter as distribuidoras participantes do G8 na frente em inovações para o mercado. Como o omnichannel já é uma realidade em alguns setores para o consumidor final, a vontade das distribuidoras do grupo é também de oferecer uma melhor experiência para seus clientes do varejo.   

1 Comment

E-COMMERCE B2B: TENDÊNCIA MUNDIAL JÁ É PRATICADA PELO G8

A entrada de marketplaces e plataformas de e-commerce desafia o comércio tradicional. Para o setor de material de construção, altamente descentralizado, as dificuldades de se adaptar a relações comerciais dependentes de tecnologia e confiança entre diferentes componentes da cadeia de distribuição podem ser ainda maiores.


1 Comment

       O maior encontro da Rede G8 na história, o que é esperado?   Com menos de um dia faltando para o Encontro ACOMAC Ceará, a expectativa do G8 e de toda sua equipe é grande. O evento que acontecerá por quatro dias promete reunir a Rede de distribuição do grupo como nunca antes. Thagore Fernandes e Victor Maia, representantes no G8 das distribuidoras Rofe e Comercial Maia, respectivamente, relatam suas esperanças para o evento.  Para Thagore Fernandes de Oliveira, líder da Rofe Distribuidora, a reunião será: “Um evento inovador, diferente de tudo o que já foi feito no setor”.  O evento terá a participação de todo o sistema de distribuição nacional. Segundo Victor Luiz Pereira Maia, proprietário da Comercial Maia, “Vamos reunir mais de 800 pessoas, com todos os membros do G8 participando, trazendo clientes de Norte a Sul do Brasil”. Com o grande volume de pessoas presentes no evento, Maia também argumenta que a oportunidade de networking com os clientes e fornecedores do grupo irá enriquecer e fortalecer o segmento de material de construção, e com ele, o G8.  Os dois acionistas convergem totalmente em um ponto: em um ambiente com personagens tão distintos e que às vezes podem ter visões opostas, mas objetivos iguais, o aprendizado colaborativo em rede é evidente. Thagore conclui: “Vai ser um momento único para a troca de experiências e para entender melhor os problemas e oportunidades de todo o setor”.  O representante da Comercial Maia concorda: “Nós vamos unir desde presidentes de grandes indústrias nacionais e multinacionais a pequenos varejistas, lojistas de material de construção que estão na realidade do dia a dia”. Segundo ele, esse fato possibilita que “cada um veja o lado do outro”. Desta forma, o G8 atua como mediador do mercado na prática, unindo fornecedores e lojistas. Colaborar com transparência une o setor na busca pela excelência na distribuição.  Assim, a proposta inovadora do G8 de estabelecer relações de confiança, compartilhando uma visão de futuro em um mercado altamente competitivo se repete na feira ACOMAC. Através de campanhas que premiam seus clientes pelo volume de compras, considerando o poder aquisitivo do varejista calculado anteriormente, vários clientes do grupo se integrarão à Rede G8 no evento, o que resulta na primeira reunião da Rede expandida.  Além da presença de todos os dez membros do maior sistema de distribuição do Brasil, estarão presentes em peso representantes da indústria, a força de vendas das distribuidoras G8 e os varejistas. É a chance de dividir problemas e achar soluções para um setor tão complexo e descentralizado da economia.  Sobre a colaboração e aprendizado em conjunto, Thagore já comentava nos primórdios do grupo, no fórum Matcon de 2013: “Quando você trabalha com um grupo, com outras empresas ao longo do país, você passa a ter referenciais diferentes. Então, de repente, quando você acha que era bom em uma coisa, uma empresa de outro estado está fazendo algo melhor. Com essa troca, você passa a ter outro referencial”. (Frase disponível em:  https://issuu.com/daniplesstiezzi/docs/livromatconfinal  -página 21) Cinco anos depois, no Encontro ACOMAC Ceará, o roteiro se repete.   

Comment

O MAIOR ENCONTRO DA REDE G8 NA HISTÓRIA, O QUE É ESPERADO? 

Com menos de oito dias faltando para o 1º ACOMAC Ceará, a expectativa do G8 e de toda sua equipe é grande. O evento que acontecerá por quatro dias promete reunir a Rede de distribuição do grupo como nunca antes. Thagore Fernandes e Victor Maia, representantes no G8 das distribuidoras Rofe e Comercial Maia, respectivamente, relatam suas esperanças para o evento.

Comment