O maior encontro da Rede G8 na história, o que é esperado?

Com menos de um dia faltando para o Encontro ACOMAC Ceará, a expectativa do G8 e de toda sua equipe é grande. O evento que acontecerá por quatro dias promete reunir a Rede de distribuição do grupo como nunca antes. Thagore Fernandes e Victor Maia, representantes no G8 das distribuidoras Rofe e Comercial Maia, respectivamente, relatam suas esperanças para o evento.

Para Thagore Fernandes de Oliveira, líder da Rofe Distribuidora, a reunião será: “Um evento inovador, diferente de tudo o que já foi feito no setor”.

O evento terá a participação de todo o sistema de distribuição nacional. Segundo Victor Luiz Pereira Maia, proprietário da Comercial Maia, “Vamos reunir mais de 800 pessoas, com todos os membros do G8 participando, trazendo clientes de Norte a Sul do Brasil”. Com o grande volume de pessoas presentes no evento, Maia também argumenta que a oportunidade de networking com os clientes e fornecedores do grupo irá enriquecer e fortalecer o segmento de material de construção, e com ele, o G8.

Os dois acionistas convergem totalmente em um ponto: em um ambiente com personagens tão distintos e que às vezes podem ter visões opostas, mas objetivos iguais, o aprendizado colaborativo em rede é evidente. Thagore conclui: “Vai ser um momento único para a troca de experiências e para entender melhor os problemas e oportunidades de todo o setor”.

O representante da Comercial Maia concorda: “Nós vamos unir desde presidentes de grandes indústrias nacionais e multinacionais a pequenos varejistas, lojistas de material de construção que estão na realidade do dia a dia”. Segundo ele, esse fato possibilita que “cada um veja o lado do outro”. Desta forma, o G8 atua como mediador do mercado na prática, unindo fornecedores e lojistas. Colaborar com transparência une o setor na busca pela excelência na distribuição.

Assim, a proposta inovadora do G8 de estabelecer relações de confiança, compartilhando uma visão de futuro em um mercado altamente competitivo se repete na feira ACOMAC. Através de campanhas que premiam seus clientes pelo volume de compras, considerando o poder aquisitivo do varejista calculado anteriormente, vários clientes do grupo se integrarão à Rede G8 no evento, o que resulta na primeira reunião da Rede expandida.

Além da presença de todos os dez membros do maior sistema de distribuição do Brasil, estarão presentes em peso representantes da indústria, a força de vendas das distribuidoras G8 e os varejistas. É a chance de dividir problemas e achar soluções para um setor tão complexo e descentralizado da economia.

Sobre a colaboração e aprendizado em conjunto, Thagore já comentava nos primórdios do grupo, no fórum Matcon de 2013: “Quando você trabalha com um grupo, com outras empresas ao longo do país, você passa a ter referenciais diferentes. Então, de repente, quando você acha que era bom em uma coisa, uma empresa de outro estado está fazendo algo melhor. Com essa troca, você passa a ter outro referencial”. (Frase disponível em: https://issuu.com/daniplesstiezzi/docs/livromatconfinal -página 21) Cinco anos depois, no Encontro ACOMAC Ceará, o roteiro se repete.

 

Comment